Dicas para criar a lista de convidados.

Escolher algumas pessoas dentre tantas que conhecemos em nossa vida parece uma tarefa meio injusta, não é mesmo? Até porque essa tarefa, que não tem escapatória, não é feita exclusivamente pelos noivos, de alguma forma há uma divisão de convidados entre as duas famílias.

A primeira dica é alinhar o número de convidados com o budget disponível e com tamanho e local da festa.

Começando a fazer a lista....

Essa é uma tarefa que parece ser simples, mas pode ser razão para um grande conflito familiar. Antes de começar a listar os nomes, defina de antemão quais são as expectativas de todos, noivo (a) e pais, em relação à lista de convidados.

Ninguém melhor que os próprios noivos para definir quem convidar, priorize a família, padrinhos e amigos mais íntimos.

  • Liste o nome de acordo com a capacidade máxima do local do seu casamento.
  • Determine um número de convidados que será “inegociável” para ambas as partes
  • Comunique seus pais e os do noivo (a) o número de lugares disponíveis para seus próprios convidados. Estabeleçam juntos um número máximo de convidados com o qual possam trabalhar.

Vale convidar só um representante (caso seja necessário cortar). Por exemplo, convide um primo mais próximo em nome dos tios e todos os filhos.... Assim este representa toda a família.

Hora do corte...

Se a lista ficou muito grande, continuem com a mesma lógica: priorizem quem realmente é importante e levem em consideração custos e a proposta da festa.

Dica

Crie uma planilha online, elas são ótimas para guardar informações, manter tudo atualizado e compartilhar com sua assessora e com quem está participando dessa escolha.

Por fim, é importante deixar uma margem para convidados de última hora, caso você lembre de alguém. Lembre-se: cerca de 10 a 20% dos convidados não comparem, mas é sempre muito perigoso contar com essa ausência.

Aproveite as dicas!